"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Papa deixa hospital após pequena cirurgia

O Papa Bento XVI já deixou o hospital de Aosta em automóvel, regressando à estância de Les Combes, onde passa suas férias.Bento XVI trazia o pulso engessado, na sequência da operação a que foi submetido. O Sumo Pontífice saudou com o braço esquerdo e com um sorriso os jornalistas que o esperavam na saída.A pequena cirurgia, que durou 25 minutos, consistiu no realinhamento dos fragmentos do osso, com vista a redução da fratura.O cirurgião ortopédico que realizou a operação, Amedeo Mancini, afirmou que o acidente não trará consequências e que quando o pulso estiver curado, o Papa poderá voltar a escrever e a tocar piano."Foi um doente especial para uma operação de rotina", referiu Mancini, acrescentando que Bento XVI concordou prontamente com a cirurgia.
Queda acidental
As primeiras observações, noHospital de Aosta, revelaram uma fratura do pulso direito, que foi tratada através de uma pequena operação com anestesia local.O médico pessoal de Bento XVI, Patrizio Polisca, afirmou que a queda foi acidental, não se devendo a uma doença.O porta-voz do hospital tinha previsto que o Papa poderia ter alta ao fim da tarde ou à noite."Não se trata de algo grave", declarou o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, que insistiu que "não há motivo para preocupação". Por medida de precaução, o Papa foi rapidamente assistido, ainda em Les Combes, pelo seu cardiologista e pelo seu reanimador.Bento XVI foi acompanhado de automóvel ao serviço de urgências, depois de ter celebrado a Missa e tomado o café da manhã. A chegada ao hospital ocorreu cerca das 8h45 locais.Depois de ter saído da viatura, protegido por importantes medidas de segurança, o Sumo Pontífice percorreu a pé um longo corredor de admissão, entre uma pequena multidão de curiosos e de doentes que o saudaram. Os médicos o submeteram a uma radiografia e a demais exames.Segundo profissionais do hospital, as observações complementares não detectaram qualquer problema."Creio que o Papa prosseguirá as suas férias", referiu nesta manhã o porta-voz do Vaticano, que está em Roma, mas, neste sábado à tarde, 18, vai ao encontro de Bento XVI para a preparação do Ângelus do próximo domingo, 19. A oração do Ângelus vai acontecer, a 40km a nordeste de Turim.

Fonte: Canção Nova.

Nenhum comentário:

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!