"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

sábado, 29 de agosto de 2009

Cardeal Bertone explica decisão do Papa Bento de decretar Ano Sacerdotal

O Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de estado Vaticano, explicou que a idéia que teve o Papa Bento XVI de decretar o Ano Sacerdotal nasceu depois de uma proposta consecutiva ao Sínodo dos Bispos sobre a Palavra de Deus de 2008, junto com o 150º aniversário da morte do Santo Cura D’Ars e "a emergência das problemáticas que envolviam muitos sacerdotes". Em uma entrevista concedida ao L'Osservatore Romano, o Cardeal relatou que "depois do Sínodo dos Bispos sobre a Palavra de Deus, sobre a mesa do Papa estava uma proposta, já apresentada anteriormente, de um ano de oração, que por si mesmo se relacionava com a reflexão sobre a Palavra de Deus". Além disso, acrescenta o Cardeal vaticano, "a celebração do 150º aniversário do Santo Cura D’Ars e o emergir das problemáticas que envolviam a muitos sacerdotes, fizeram que Bento XVI promulgasse o Ano Sacerdotal, demonstrando assim uma especial atenção pelos sacerdotes, as vocações sacerdotais e promovendo em todo o povo de Deus um movimento de crescente afeto e proximidade aos ministros ordenados". O Cardeal Bertone destacou também que o Santo Padre "sempre demonstrou uma grande proximidade e afabilidade para com os sacerdotes, especialmente nos diálogos espontâneos, ricos de experiências e indicações concretas sobre suas vidas, e com respostas pontuais às suas perguntas". Depois de comentar que este Ano Sacerdotal está promovendo na Igreja uma renovação dos ministros ordenados, o Secretário de estado Vaticano disse que "se espera que se retome o contato e a ajuda fraterna, e também de acolhida com os sacerdotes que por distintos motivos abandonaram o exercício de seu ministério". Muitas iniciativas, continuou, "estão dirigidas a reforçar a consciência da identidade e a missão sacerdotal, que é essencialmente uma missão exemplar e educativa na Igreja e na sociedade". "Os Santos sacerdotes que povoaram a história da Igreja não deixarão de proteger
e sustentar o caminho de renovação proposto por Bento XVI", concluiu.

Fonte: ACI Digital.

Um comentário:

DE MÂOS DADAS disse...

Deus nos dê muitas vocações sacerdotais.
Abraço amigo

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!