"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Santuários de Portugal e do Cristo Redentor assinam acordo

Os santuários de Cristo Redentor do Rio de Janeiro e Cristo Rei de Portugal vão estreitar os seus laços. Na próxima segunda-feira, 12, o Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, recebe o Bispo de Setúbal (Portugal), Dom Gilberto Reis, e o reitor do Santuário português, padre Sezinando Luis Felicidade Alberto, para assinarem os termos da geminação dos dois santuários.

A primeira fase desse acordo aconteceu no dia 17 de maio deste ano, quando Dom Orani e representantes dos governos federal, estadual e municipal do Rio de Janeiro estiveram em Setúbal por ocasião do cinqüentenário da inauguração do Santuário de Cristo Rei, quando foi dado o primeiro passo para a geminação.

Na cerimônia, o reitor do Santuário de Cristo Rei entregará ao reitor do Santuário do Cristo Redentor, padre Omar Raposo, uma réplica em bronze da imagem de Cristo Rei. No mesmo dia o Consulado Português no Rio de Janeiro fará uma recepção, no Palácio de São Clemente, à comitiva portuguesa, ao arcebispo do Rio e bispos auxiliares, além de convidados civis e religiosos.

Uma outra solenidade vai acontecer na terça-feira, 13, pela inauguração da primeira fase da réplica da Capelinha das Aparições do Santuário de Fátima, que vai ser construída na cidade do Rio de Janeiro.

Os Santuários de Cristo Rei e do Cristo Redentor

A inspiração para a construção do santuário português começou em 1934, com o então Cardeal Patriarca de Lisboa, Dom Manoel Cerejeira, que, ao conhecer o monumento carioca desejou construir um semelhante em Portugal. A ideia foi apoiada pelo bispos do país, sendo a pedra fundamental lançada em 18 de dezembro de 1949.

A inauguração do monumento foi no dia 17 de maio de 1959, Dia de Pentecostes, diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima, com a presença dos episcopados português e brasileiro.

O arcebispo do Rio ressalta como o Brasil, entre os países colonizados, se torna uma referência para o continente europeu: “É interessante notar que nós que recebemos da Península Ibérica o primeiro anúncio da fé, tenhamos em Portugal um Santuário que foi inspirado na imagem do nosso Cristo Redentor”.

Além da assinatura da geminação, o Santuário de Cristo Redentor completa 78 anos de inauguração, no próximo dia 12. O monumento foi erguido no cume do Corcovado, a 710 metros de altura, e mede 38 metros de altura e pesa 1.145 toneladas. A estátua que foi construída com a participação popular é, hoje, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Dom Orani enfatiza ainda como o Cristo Redentor deve ser um sinal que recorde a salvação e a unidade trazidas por Jesus: “Além da influência que foi também para muitas cidades do Brasil colocarem nos montes ou entrada dos municípios esse sinal do amor de Deus, foi ainda tema de canções e livros. Queremos que ele seja sempre um sinal que nos recorde o Senhor e Salvador Jesus Cristo, que convida a todos para que se aceitem mutuamente e cresçam na unidade”.

Fonte: Canção Nova e Agências

Nenhum comentário:

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!