"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

quarta-feira, 10 de março de 2010

Bento XVI pede paz para Nigéria e solidariedade com Turquia

O Papa Bento XVI pediu nesta quarta-feira, 10, o fim da violência na Nigéria e expressou sua proximidade espiritual às vítimas do terremoto na Turquia, após a Catequese com os fiéis presentes na Sala Paulo VI, no Vaticano.

Sobre a situação na Nigéria, o Santo Padre enfatizou que "a violência não resolve conflitos, mas apenas acrescenta consequências trágicas" e pediu aos líderes civis e religiosos "que se esforcem para garantir a segurança e a convivência pacífica de toda a população".

"Estou profundamente próximo às pessoas atingidas pelo recente terremoto na Turquia e a suas famílias. A todos asseguro a minha oração, enquanto peço que a comunidade internacional contribua com prontidão e generosidade nos esforços de socorro.

Os meus pêsames também vão para as vítimas da violência atroz que ensanguenta a Nigéria e não poupa nem mesmo as crianças indefesas. Mais uma vez, repito, com ânimo renovado, que a violência não resolve os conflitos, mas apenas acrescenta consequências trágicas. Faço um apelo a todos que, nesse país, têm responsabilidade civil e religiosa, a fim de que se esforcem para garantir a segurança e a convivência pacífica de toda a população.

Expresso, enfim, a minha proximidade aos Pastores e aos fiéis nigerianos e rezo para que, fortes e firmes na esperança, sejam autênticos testemunhos de reconciliação".


Fonte: Bollettino della Sala Stampa della Santa Sede
(tradução de CN Notícias)

Nenhum comentário:

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!