"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A mulher na vida eclesiástica

Vemos nos noticiários principalmente nas paginas da internet uma certa movimentação na Igreja Anglicana, onde as mulheres ganham espaço cada vez mais. O Anglicanismo é conhecido por ordenar mulheres para o Sacerdócio e atualmente estão ordenando para o episcopado.
Para os Católicos Romanos a mulher na vida eclesiástica não é aceita, pois desde os primórdios da Igreja acredita-se que os homens foram chamados para o sacerdócio, sacerdócio este que foi confiado por Cristo.

Muitos criticam a opinião da Igreja e falam que a mesma é preconceituosa, porém acredita-se o contrario. O Senhor escolheu como apóstolos a doze homens. Havia mulheres que o seguiam e serviam, algumas mais fiéis e enérgicas que os apóstolos, mas não as chamou para o ministério sacerdotal. A mulher tem seu espaço na Igreja, um espaço significativo, mas tudo tem limites. Essas mulheres “bispos” não entendem a sua posição na Igreja, não entendem a pequenez diante de Deus, e muitas delas só aspiram aos cargos eclesiásticos e não ao serviço do sacerdócio e do episcopado.

A Igreja Católica não pode ser tão liberal a este ponto como os anglicanos foram. Diga-se de passagem, que uma reverenda anglicana deu a comunhão a um cachorro. Vemos a onde foi parar a liberdade dos Anglicanos, a Igreja Católica deve ter freios, se não vai cair no buraco.
Podemos ver a própria insatisfação de padre e fieis anglicanos que estão migrando para o catolicismo.

A mulher deve sim participar da Igreja, porém como a Igreja pede, pois ela é guiada pelo Espírito Santo.

Cesar da Rocha Pires.

Nenhum comentário:

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!