"Por isso, digo-vos: não tenhais medo de construir a vossa vida na Igreja e com a Igreja! Sede orgulhosos do amor a Pedro e à Igreja que lhe foi confiada. Não vos deixeis enganar por aqueles que desejam opor Cristo à Igreja! Só existe um rochedo sobre o qual vale a pena construir a própria casa. Esta rocha é Cristo. Só há uma pedra sobre a qual vale a pena fundamentar tudo. Esta pedra é aquele a quem Cristo disse: 'Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja' (Mt 16, 18)".

Papa Bento XVI.
Discurso durante o encontro com os jovens no parque de Błonia. Cracóvia, 27 de Maio de 2006.

Visite nosso canal no YouTube!

Visite nosso canal no YouTube!
Clique na imagem

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

01 de Novembro, Dia de Todos os Santos

Hoje, dia 1º de Novembro fazemos memória de Todos os Santos. A Solenidade de Todos os Santos sempre é passada para o primeiro Domingo depois de 1º de Novembro, caso o dia não caía no Domingo.

Ora pro nobis!

domingo, 30 de outubro de 2011

Vaticano acolhe exposição "Faces de João Paulo II"



Estes são os rostos de João Paulo II. Foram feitos pela artista polonêsa Anna Gulak, que a partir desta semana expõem no Vaticano. Segundo a artista, sua arte é mostrar o poder expressivo de Karol Wojtyla.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Bispo Anglicano Desmond Tutu recebe título Doutor Honoris Causa


Prêmio Nobel da Paz foi homenageado nesta sexta-feira (28), em reconhecimento à sua luta incessante contra a pobreza, o preconceito e o racismo

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) concedeu, nesta sexta-feira (28), o título de Doutor Honoris Causa ao Bispo Anglicano e Prêmio Nobel da Paz Desmon

d Mpilo Tutu. A cerimônia aconteceu das 9h às 11h, no teatro da Universidade, TUCA. O reitor da PUCPR, Clemente Ivo Juliatto, presidiu a cerimônia que contou com apresentação da Orquestra de Câmara da PUCPR e do Coral Champagnat.
Em seu discurso, Juliatto destacou a incansável luta de Desmond MpiloTutu pela campanha pelo fim do apartheid e pela promoção da reconciliação e democracia na África do Sul. “Para todos nós, Tutu deixa uma mensagem: nós vivemos em um mundo em que a verdade e a liberdade sempre prevalecem”, disse. O título concedido pela PUCPR ressalta o papel de Tutu como um peregrino global para propagar valores espirituais, os direitos humanos, a não violência e a tolerância, assim como sua luta incessante contra a pobreza, o preconceito e o racismo entre todos os povos da Terra.

Para finalizar, o reitor da PUCPR contou sobre a cerimônia de sua graduação realizada na universidade de Columbia (EUA), em 1984. Na ocasião, Desmond Tutu seria homenageado, mas não pôde comparecer porque havia sido impedido de sair da África do Sul pelo governo da época. “Disse para mim mesmo que um dia, se pudesse, faria uma homenagem a este grande homem”, completou.

Desmond Mpilo Tutu agradeceu a homenagem, cumprimentou todas as autoridades presentes e demais convidados. Também falou sobre sua trajetória de luta. Estavam presentes na cerimônia, o Secretário de Estado de Educação e vice-governador do Paraná, Flávio Arns, o Arcebispo Emérito de Curitiba, Dom Moacyr José Vitti, o presidente da Associação Paranaense de Cultura (APC), Dario Bortolini.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Papa Bento XVI em Assis, condenou o uso da religião para fins violentos



Após a viagem de uma hora e meia de trem de Roma para Assis, Bento XVI viajou para o centro da cidade em um micro ônibus, junto com outros participantes na reunião. Uma vez na Basílica de Santa Maria de los Angeles, o Papa se fez anfitrião e recebeu pessoalmente os principais líderes religiosos na porta. Um coro de frades franciscanos cantou durante a reunião.

Cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz, do Vaticano foi o promotor do departamento
do evento, recordou o primeiro encontro de 1986 com um vídeo.

Em seu discurso, Bento XVI lamentou os casos em que a religião cristã tem sido a desculpa para a violência.

Bento XVI:
"Deixe-me dizer como cristão: Sim, também em nome da fé cristã tem recorrido à violência na história. Reconhecemos cheio de vergonha. "

Bento XVI pediu a reconciliação entre os países e denunciou o terrorismo religioso. Ele disse que, nesses casos, "a religião é o serviço da paz, e não uma justificação fútil de violência." Portanto, sob o tema deste encontro, o Papa propõe a voltar a trabalhar juntos para alcançar a paz.

Bento XVI:
"É mais de estar juntos no caminho para a verdade, compromisso decidido pela dignidade do homem e assumir o controle da causa comum da paz, contra qualquer tipo de violência destrutiva de direito. Para concluir, gostaria de vos assegurar que a Igreja Católica não deixará a luta contra a violência, em seu compromisso com a paz no mundo. Sentimo-nos encorajados pelo desejo comum de ser "peregrino da verdade, peregrinos da paz '".

Também falaram alguns dos representantes das principais religiões. Como o líder da Igreja Ortodoxa, Bartolomeu I.

Patriarca Bartolomeu I:
"Nosso diálogo é de reconciliação. Todos nós reconhecemos nesta expressão das Bem-aventuranças: "Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus."

O primaz da Igreja Anglicana, Rowan Williams, disse que, graças ao relacionamento com Deus e não há estrangeiros.

Rowan Williams:
"Estamos aqui hoje para declarar a nossa vontade, nossa determinação apaixonada para convencer o mundo que nós humanos não podemos ser estrangeiros, e que o reconhecimento é possível graças a nossa relação com Deus universal."

Falaram também as autoridades judaica e muçulmana, entre outros. O representante dos judeus americanos lembrou os esforços para alcançar a paz, enquanto Muzadi, a autoridade muçulmana explicou o por que das religiões do mundo.

David Rosen:
"Espero que esta reunião de hoje sirva para fortalecer homens e mulheres de fé e boa vontade para multiplicar os seus esforços e tornar esse objetivo uma realidade que leva uma verdadeira bênção e cura para a humanidade."

Este dia em Assis não incluiu um tempo de oração comum, mas sim um momento de silêncio e reflexão.

Fonte: Romereports
Tradução: Cesar da Rocha Pires

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A Vocação e a tentação



Sei que tenho vocação,
pois esta foi dada por Deus.
Mas as coisas do mundo
querem que a ela eu diga adeus.

Sou feliz no caminho
que sigo, pois sigo com alegria.
Mas sinto que há algo
que contra mim conspira.

Peço todo dia apenas uma coisa:
que Deus me dê sustento,
para que a tentação não atropele
este caminho que buscar eu tento.

Na aflição busco o Senhor
e recebo a resposta.
O meu grito Ele escuta
e me dá uma proposta.

Creio em ti Senhor,
na aflição me socorre.
Confio em vós,
pois ao meu encontro corre.

Cesar da Rocha Pires
14/X/2011

terça-feira, 25 de outubro de 2011

domingo, 23 de outubro de 2011

Canonização na Praça de São Pedro - 23.X.2011



Canonização de Luigi Guanella, Guido María Conforti y Bonifacia Rodríguez.

sábado, 22 de outubro de 2011

22 de outubro: Memória do Beato João Paulo II


Hoje é o dia em que o culto do Beato João Paulo II é celebrado. Culto local, dado que é beato e não santo, mas ainda assim uma ocasião para a toda Igreja celebrar, se não com liturgia, ao menos espiritualmente.

O Papa Canonizará Dom Guido Maria Conforti, um bispo que sonhava em ser missionário

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Artistas, escritores e cientistas dão apoio a Nova Evangelização Vaticano


Mais de oito mil pessoas de todos os continentes, participaram em Roma no primeiro ato oficial da Congregação do Vaticano para a Nova Evangelização.

O Vaticano convidou a refletir personalidades envolvidas na re-evangelização do Ocidente. Começou a Madre Verônica Berzosa, fundadora de "Iesu Communio", uma ordem dedicada à evangelização dos jovens, que já tem 200 freiras com idades entre 18 e 35.

O escritor italiano Vittorio Messori falou sobre as razões para acreditar, o cientista Bersanelli falou sobre o diálogo entre ciência e fé, e o colombiano bispo Suescun Fabio, sobre as experiências da nova evangelização na América Latina.

Um dos momentos mais emocionantes foram as palavras do tenor Andrea Bocelli.

Andrea Bocelli:
"Acho que devo a minha fé para uma busca interior, a rejeição da ideia de se sentir coincidente. Segui meu caminho, espero que de forma consistente, mesmo quando certos episódios da vida nos fazem tremer e sentir-se fraco perante as nossas convicções".


Bento XVI encerrou pessoalmente a reunião para mostrar seu apoio ao projeto para a nova evangelização do Ocidente.

Dom. Rino Fisichella, Presidente, Pont. Cons. para a Nova Evangelização:
"A nova evangelização é para todas essas pessoas uma verdadeira vocação. A vivem em todos os domínios da sua vida: desde a família paroquial, da escola para a faculdade, do trabalho ao lazer ".

Bento XVI:
"O mundo precisa de pessoas que anunciem e deem testemunho de Cristo que nos ensina a arte de viver, o caminho da verdadeira felicidade, porque ele próprio é o caminho da vida".

O próximo grande projeto para a Nova Evangelização chamado 'Metropolis Missão'. Terá lugar em 12 cidades europeias durante a Quaresma de 2012.

Durante esses 40 dias em catedrais organizaram reuniões de algum impacto espiritual como a leitura contínua da Bíblia ou as Confissões de Santo Agostinho, e até reuniões para ensinar a confessar-se.

Tradução: Cesar da Rocha Pires
Fonte: Romereports.com

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

o Papa Bento XVI publica a Carta Apostólica "Porta Fidei" sobre o "Ano da Fé"



Bento XVI publicou a Carta Apostólica "Porta Fidei" ou "Porta da Fé", com que oficialmente convoca o "Ano da Fé". Será a 11 de outubro de 2012 a 24 de novembro de 2013 e coincide com o 50 º aniversário do Concílio Vaticano II.

Link para a Carta Apostólica
Fonte:(Romereports.com)

domingo, 16 de outubro de 2011

Bento XVI: trazer ao mundo a verdade



Um ano especial da Fé será realizada de 11 de outubro de 2012
aniversário da abertura do Concílio Vaticano II, até 24
Novembro de 2013, Solenidade de Cristo Rei. O anúncio foi feito pelo
Papa, na homilia da Missa para uma conferência em Nova
Evangelização, o esforço para reafirmar que a Igreja coloca no lugar
para levar o Evangelho da Salvação para o mundo. Um tema retomado e
nell'Angelus confirmou, antes de muitos dos fiéis reunidos na praça
São Pedro. O testemunho unido ao o anúncio,do Papa na
homilia, pode abrir os corações daqueles que estão buscando
a verdade, para que eles possam chegar ao sentido da vida.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Quem são os Lefebvristas?





Sua história começa em 1969 quando o bispo francês Marcel Lefebvre fundou a Sociedade de São Pio X, popularmente conhecido como o "lefebvristas". Esta é uma associação tradicional de padres que duvida que é obrigado a aceitar certos pontos do Concílio Vaticano II, especialmente a reforma litúrgica e ecumenismo.

De acordo com vários analistas, o principal problema não é, não aceitar a aplicação do Concílio Vaticano II, mas que não aceitam o próprio Conselho ou no sucessivo Magistério. Em particular, rejeitar o diálogo com outras religiões e a colegialidade dos bispos.

A relação com Roma deste grupo têm sido sempre difícil, mas piorou dramaticamente em Junho de 1988, quando Lefebvre ordenou quatro bispos sem a permissão do Papa João Paulo II.

O encarregado de mediar foi Joseph Ratzinger, então cardeal, que se reuniu com Lefebvre, mas não encontrou acordo da parte Marcel.

A ordenação de bispos sem a permissão do Papa provocou automaticamente a excomunhão de Lefebvre e seus novos bispos e, portanto, um cisma na Igreja Católica.

Para buscar a reconciliação, o Papa João Paulo II instituiu "Ecclesia Dei", a Comissão, que ao longo dos anos tem alguns seguidores de Lefebvre que retornaram à unidade com Roma.

A Sociedade de São Pio X possui 551 padres, 239 seminaristas, várias centenas de religiosos e cerca de 100 mil fiéis.

Desde o início de seu pontificado, Bento XVI tem procurado acabar com o cisma. No verão de 2005, concordou em se reunir com o superior da Fraternidade, Bernard Fellay (foto).

E quando os lefebvristas solicitaram o levantamento da excomunhão, o Papa fez, embora ainda não formalmente pertensão à Igreja Católica.

De outubro de 2009 até abril de 2011, um comitê de especialistas do Vaticano e os lefebvristas se reuniram oito vezes para fechar a lacuna. Em paralelo, os lefebvristas terem feito declarações públicas contra altos cargos do Vaticano.

No entanto, o Papa ofereceu generosamente que voltem para a Igreja Católica se eles aceitarem uma lista de pontos de doutrinais. Seu futuro depende de aceitarem ou não.




Fonte: Romereports.com
Tradução: Cesar da Rocha Pires

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

terça-feira, 4 de outubro de 2011

sábado, 1 de outubro de 2011

Outubro, mês do Rosário



“O Rosário é a minha oração predileta. Oração maravilhosa! Maravilhosa na simplicidade e profundidade”.

Beato João Paulo II.

Página no facebook

Página no facebook
Curta nossa página no facebook, clique na imagem acima!